Qual a importância da fisioterapia após o entorse?

As entorses são provocadas por um estiramento excessivo dos ligamentos e restantes estruturas que garantem a estabilidade da articulação. Originada por movimentos bruscos, traumatismos, uma má colocação do pé ou um simples tropeçar que force a articulação a um movimento para o qual não está habilitada. Mas qual é a importância do fisioterapeuta nessa situação?

O Fisioterapeuta avalia e determina quais as estruturas lesadas e qual a gravidade das mesmas e, caso necessário, encaminha para outro profissional de saúde;

O tratamento precoce reduz o edema (inchaço) e a dor, permitindo uma reabilitação mais rápida e eficaz;

A utilização da ligadura funcional previne uma nova lesão do ligamento, permitindo que o atleta volte a realizar marcha rapidamente e sem dor;

Técnicas específicas de mobilização articular da tíbio-társica melhoram a amplitude de movimento, o que permite uma melhor marcha e movimento da articulação. A mobilização permite ainda que ocorra uma correta cicatrização das estruturas ligamentares;

Os meios físicos como o Laser e o Ultra-som aceleram a reparação tecidular;

O Fisioterapeuta ensina exercícios que melhoram a força muscular e a estabilidade da tíbio-társica, de forma a compensar a lesão ligamentar e assim, dar uma proteção ao ligamento enquanto este se encontra em fase de cicatrização. Ensina a treinar estes músculos a reagirem rapidamente a alterações na posição da articulação, prevenindo entorses repetidos.

Fonte: Faça Fisioterapia.