Confira esses artigos completos sobre a Osteopatia

Relações entre Clínica e Osteopatia / Relations between Internal Medicine of the Osteopathy

Rezende, Rosângela Petroni Dardis Bueno; Gabriel, Alexandre.
Rev. Soc. Bras. Clín. Méd; 6(5): 194-196, 2008.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-496567

Resumo

Este estudo teve como objetivo, evidenciar aspectos comuns entre a Clínica Médica e a Osteopatia, comparando exigências, interações e semelhanças. Sendo que, ambas tem como objetivo principal a busca da saúde e qualidade de vida. Embora atuem com conceitos diferentes, têm conhecimentos anatâmicos, fisiológicos, semiológicos comuns, que devem ser sempre centrados num único propósito: a restauração e manutenção da integridade física, moral ou social do homem

 


Terapia manipulativa ortopédica na dor vertebral crônica: uma revisão sistemática / Manipulative orthopedic therapy for chronic spinal pain: a systematic review

Marcondes, Freddy Beretta; Lodovichi, Samuel Satraceri; Cera, Milton.
Acta fisiátrica; 17(4)dez. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-602513

Resumo

Analisar a eficácia da Terapia Manipulativa Ortopédica (TMO) nos casos de dores vertebrais crônicas.

Métodos: Uma busca sistematizada foi realizada nas bases de dados PEDro, Medline e Science Direct no mês de junho de 2010, reunindo ensaios clínicos randomizados recentes que documentassem os efeitos da TMO na Dor Vertebral Crônica. Todos os trabalhos tiveram suas qualidades metodológicas avaliadas pela escala de PEDro e somente os estudos com notas acima de cinco foram revisados. Os dados foram extraídos de forma padronizada de cada estudo.

Resultados: Foram revisados oito artigos sobre dor cervical crônica e onze sobre dor lombar crônica. Quanto a dor cervical crônica, seis estudos mostraram que a TMO associada a exercícios são eficazes, mantendo a melhora dos sintomas por até 24 meses.

Um estudo mostrou que a TMO (sem exercícios) é superior à massagem e outro estudo mostrou que a TMO proporciona alívio imediato da dor. Quanto a dor lombar crônica, cinco ensaios clínicos mostraram que a TMO associada a exercícios são eficazes a curto e longo prazo; dois trabalhos mostraram que a TMO é mais eficaz do que analgésicos e anti-inflamatórios. Três estudos mostram que a TMO como único tratamento é eficaz, um estudo mostra que a manipulação não é mais eficaz que exercícios de extensão.

Conclusão: As técnicas de TMO (exceto osteopatia) são recursos eficazes nos casos de dores crônicas da coluna. Entretanto, seus efeitos de redução da dor ocorrem somente a curto prazo, sendo necessário a associação de exercícios terapêuticos para um resultado eficaz a longo prazo. Mais estudos devem ser feitos para comparar diferentes técnicas de TMO e diferentes técnicas de exercícios entre si nos casos de dores crônicas da coluna.

 

CLIQUE AQUI E CONFIRA ESSE ARTIGO COMPLETO SOBRE A OSTEOPATIA