Faculdade de Medicina

Saiba tudo sobre a faculdade de Medicina como está o mercado de trabalho e onde estudar!

medical1

A faculdade de Medicina é uma das mais concorridas nos vestibulares apresentando índices elevados de candidatos por vaga. Quem opta por seguir carreira nesta área precisa se dedicar bastante aos estudos e ter persistência tanto para ingressar na faculdade como para concluir o curso.

E tanto esforço na maioria das vezes vale muito a pena. A Medicina também lidera dois rankings importantes: o dos maiores salários e o das carreiras com maior taxa de empregabilidade.

Se você tem interesse pela área da Saúde e está pensando em cursar uma graduação em Medicina descubra agora como funciona o curso o que se estuda e como está o mercado de trabalho para médicos no Brasil!

Sobre a Faculdade de Medicina

A faculdade de Medicina é do tipo bachareladotem duração média de 6 anos e é oferecida em período integral. É o curso superior com maior duração no Brasil.

Os dois primeiros anos desta formação constituem um ciclo básico de disciplinas teóricas que formarão o raciocínio clínico do aluno. São matérias que abordam a estrutura e o funcionamento do corpo humano tais como: Fisiologia Anatomia Patologia e Farmacologia entre outras.

Durante estes dois anos o aluno ainda não tem contato direto com pacientes. No entanto realiza diversas atividades práticas em salas de microscopia laboratórios e em cadáveres. Nesse período tem também a oportunidade de vivenciar as rotinas de unidades de saúde e entender como funciona esse sistema no País.

A partir do terceiro ano da faculdade inicia-se o chamado período clínico (que dura dois anos) durante o qual o estudante terá contato direto com pacientes e trabalhará com exames e diagnósticos aplicando os conhecimentos adquiridos no ciclo básico. Todas as disciplinas do curso são oferecidas até o quarto ano.

Nos dois últimos anos da faculdade de Medicina o aluno dedica-se integralmente ao internato hospitalar. Durante este período o aluno vivencia a prática clínica atendendo pacientes em hospitais dando plantões e participando de atividades ambulatoriais sob a supervisão dos professores.

As atividades realizadas no internato são de caráter essencialmente prático e o aluno deve cumprir horários rotativamente entre cinco grandes áreas:

  • Clínica Médica
  • Cirurgia
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Pediatria
  • Medicina da Família e Comunidade

O estudante receberá seu diploma após concluir o período de 4 anos de disciplinas e mais os dois anos de internato hospitalar. Após formado o profissional já pode atuar como Clínico Geral. Se desejar obter alguma especialidade é necessário fazer a residência médica que consiste em mais alguns anos de estudo.

Existem atualmente mais de 50 especialidades médicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Dentre elas citamos:

  • Cardiologia
  • Pediatria
  • Geriatria
  • Neurologia
  • Dermatologia
  • Oncologia
  • Ortopedia
  • Medicina Preventiva e Social
  • Infectologia
  • Cirurgia Plástica
  • Psiquiatria

O que se estuda na Faculdade de Medicina

Cada instituição de ensino organiza a matriz curricular do curso de Medicina de uma forma diferente. O nome das matérias também sofre alterações dependendo da universidade.

De um modo geral encontramos as seguintes disciplinas na faculdade de Medicina:

  • Administração e Planejamento em Saúde
  • Ambiente e Saúde
  • Anatomia Humana
  • Anatomia Patológica
  • Aspectos Legais da Prática Médica
  • Bases Moleculares dos Sistemas Orgânicos
  • Bioética Aplicada à Prática Médica
  • Biofísica Médica
  • Biomorfologia
  • Bioquímica Médica
  • Clínica Cirúrgica
  • Clínica Médica
  • Doenças Infecciosas e Parasitárias
  • Emergências Médicas
  • Epidemiologia
  • Farmacologia Médica
  • Fisiopatologia
  • Fundamentos de Microbiologia Médica
  • Genética Humana
  • Histologia Médica
  • Imagenologia
  • Imunologia Médica
  • Métodos de Abordagem em Saúde Comunitária
  • Microbiologia Médica
  • Patologia Aplicada
  • Patologia Ginecológica
  • Parasitologia Médica
  • Propedêutica Médica (conjunto de técnicas utilizadas para se chegar a um diagnóstico)
  • Psicologia Médica
  • Psicologia Médica – Ralação Médico-Paciente
  • Saúde da Criança e do Adolescente
  • Saúde da Família
  • Saúde da Mulher
  • Saúde do Idoso
  • Saúde do Trabalhador
  • Saúde e Sociedade
  • Saúde Mental
  • Sistemas Orgânicos Integrados
  • Trauma

Mercado de Trabalho para quem se forma em Medicina

O mercado de trabalho para quem se forma em Medicina é amplo e existem muitas oportunidades para profissionais de diversas especialidades. A Medicina é a profissão que ocupa o topo do ranking de taxa de ocupação com quase 100% dos médicos empregados segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

As regiões Sudeste Sul e Centro-Oeste e os grandes centros urbanos oferecem as melhores oportunidades de trabalho com altos salários para muitas especialidades. No entanto estas são as áreas que possuem também a maior concentração de médicos e consequentemente maior concorrência.

As cidades do interior possuem uma grande carência de médicos e demais profissionais da área da Saúde e podem representar uma ótima oportunidade de trabalho principalmente para médicos iniciantes. Há concursos públicos com salários atraentes em cidades mais afastadas dos grandes centros ou com grande carência de atendimento médico.

Profissionais formados em Medicina podem abrir seu próprio consultório ou atuar em instituições de saúde públicas e privadas tais como:

  • Postos de Saúde
  • Hospitais
  • Clínicas Médicas
  • Centros de Pesquisa
  • Laboratórios
  • Centros Cirúrgicos

Onde estudar Medicina

Confira algumas das principais faculdades credenciadas pelo MEC que oferecem o curso de Medicina:

Universidades Privadas:

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA)
  • Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA-UNIDERP)
  • Universidade de Franca (UNIFRAN)
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

Universidades Públicas:

  • Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Universidade Federal do Piauí (UFPI)
  • Universidade Federal de Goiás (UFG)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *