O Ano-Novo chegou e um desejo que faz parte da lista de metas de 2017 para muita gente é emagrecer. No entanto, poucas pessoas estabelecem como vão atingir essa resolução e de que maneira farão isso. Portanto, para estimular e auxiliar quem quer emagrecer uns quilinhos nesse ano que se inicia, o UOL ouviu nutricionistas para saber o que é preciso fazer para bater essa meta.
 
Fontes: Carina Muller, nutricionista da clínica GEA, e Clayton Camargos, nutricionista da clínica MetaFísicos. 
  • Contemple sua decisão

    Se você traçou a meta de emagrecer, o primeiro passo é contemplar essa decisão, pois propor uma mudança de hábitos desse porte já é muito importante. Há quem queira eliminar alguns quilinhos e deixe esse plano só no pensamento. Portanto, ao propor mudanças e traçar metas para tirá-las do papel, você já estará um pouco mais próximo do seu objetivo.

     

    Procure ajuda profissional

    Ao procurar um nutricionista ou nutrólogo, você receberá as orientações necessárias para alcançar a mudança de estilo de vida mais facilmente. Esses profissionais também dão orientações específicas, já que cada um tem um organismo diferente, e esse atendimento personalizado garante mais sucesso na hora de emagrecer.

     

    Trace metas reais

    Ao contar com a ajuda de um profissional, você poderá traçar metas reais que, ao serem alcançadas, dão um estímulo no processo de emagrecimento. Mas não fique focado só no peso, deixe a balança de lado e foque em outras métricas, como quantidade de gordura perdida ou massa magra obtida. Como o músculo é feito de água, ele pesa mais do que a gordura.

     

    Organize-se

    É importante ir ao supermercado já tendo em mente o que você irá comer naquela semana. Esse tipo de organização irá te ajudar a não chegar em casa cansado e apelar para um disk-pizza.

     

    Não caia em tentações

    Fuja das tentações que alguns eventos sociais proporcionam, como um aniversário em uma churrascaria. Frequentar esse tipo de espaço, repleto de comidas calóricas e bebidas alcoólicas, é uma forma de auto sabotagem. Portanto, evite situações sociais, pelo menos no início.

    Não beba líquidos enquanto come

    Quando ingerimos muito líquido durante as refeições, a concentração de ácido clorídrico presente no estômago diminui e algumas enzimas são diluídas. O excesso de líquido também diminui a absorção de alguns nutrientes importantes. Portanto, o ideal é beber 30 minutos antes de comer ou uma hora depois.

    Mastigue bem

    O cérebro precisa de um tempo para processar que você está saciado. Sendo assim, faça as refeições com calma, sem pressa e mastigando bem os alimentos. Intervalos de 20 segundos entre cada garfada contribui para comer menos e evitar aquela sensação de barriga cheia.

     

    Beba, pelo menos, dois litros de água por dia

    Apesar de não ser bem-vinda durante a refeição, a água é essencial para manter nossas funções fisiológicas e também é importante no processo de emagrecimento. Como cerca de 60% do nosso corpo é composto pelo líquido, a indicação de, ao menos, dois litros por dia garante uma boa hidratação, principalmente nos dias mais quentes. Quem não é muito fã de água, pode apostar na água de coco, rica em sais minerais, ou nas águas aromatizadas, que dão um gostinho especial na bebida. Vale colocar folha de hortelã, rodelas de laranja ou limão, fatias de abacaxi e paus de canela para deixar a bebida mais saborosa.

    Alimente-se sempre no mesmo horário

    Ter uma hora certa para fazer cada refeição é muito importante para criar hábitos saudáveis de alimentação. Além disso, segundo estudos, essa regularidade é boa para emagrecer.

    Coma de três em três horas

    Ainda que não funcione para todos, comer regularmente em porções fracionadas ajuda a acelerar o metabolismo. Quando o organismo entende que ficará longos períodos sem alimento, ele armazena gordura. Por isso, ao comer regularmente, você sinaliza para o corpo que ele não está em jejum e isso evita que o organismo faça esse armazenamento e, além disso, fica mais fácil fazer escolhas alimentares mais conscientes, já que você nunca estará morrendo de fome.

    Opte por alimentos integrais

    Ricos em fibras, esses alimentos ajudam a reduzir o peso por darem sensação de saciedade. O consumo de grãos integrais também reduz os níveis de colesterol, triglicérides, pressão arterial e glicose sanguínea. Eles também ajudam a prevenir alguns tipos de câncer, como o colorretal.

    Evite alimentos industrializados, processados e embutidos

    Além de a grande maioria possuir muito açúcar e gordura, esses alimentos também são ricos em sódio, que, quando ingerido de maneira excessiva, provoca o aumento da pressão arterial, inchaço e retenção de líquido. Cabe prestar atenção nas informações nutricionais disponíveis nas embalagens, já que os ingredientes aparecem por ordem de quantidade.

Fonte – Uol Noticias