Junho, 2019

08Jun(Jun 8)08:3009(Jun 9)18:30Pós-graduação Fisioterapia com Ênfase em Terapia ManualCampinas

Pós Graduação Fisioterapia Ortopedica Turma Porto Alegre

Saiba mais

Detalhes do Curso

Acontecerá em Campinas mais uma turma da Pós-graduação em Ortopedia com ênfase em Terapia Manual com carga horária de 360 horas/aula e aprovada pelo MEC.

Esta pós graduação terapia manual acontece sempre no segundo final de semana de cada mês e tem duração de 18 meses.


—> Clique aqui, saiba mais sobre a Pós Graduação Terapia Manual e garanta sua vaga <—


Informações sobre esta Pós-graduação:

Público Alvo – Graduados  em  fisioterapia

Carga Horária – 360 Horas/Aula – Teórico/Prático

Periodicidade – 18 meses – Um encontro ao mês

Horário das aulas – Sábado e Domingo sempre das 8h30 às 18h30


Veja o conteúdo programático da Pós Graduação em Ortopedia com Ênfase em Terapia Manual:

Anatomia Palpatória

Fisioterapia na Disfunção da ATM

Liberação Miofascial

Bandagens Funcionais

Crochetagem

Estabilização Lombar

Trigger Points

Terapia Manual

Técnicas de Osteopatia

Dry Needling

Mobilização Neural

Maitland

Eletroterapia na Ortopedia

Método de Pesquisa

Reabilitação de Joelho e Quadril


Outras informações:

0800-724-8322 – (19) 4062-9003

WhatsApp (41) 99644-3615

[email protected]


Análise da mobilidade lombar e influência da terapia manual e cinesioterapia na lombalgia

Resumo

Este trabalho objetiva comparar os efeitos da terapia manual e cinesioterapia em pacientes com lombalgia, bem como a mobilidade lombar de indivíduos com e sem dor nesta região.

Para evidenciar os efeitos da terapia manual e cinesioterapia, utilizou-se uma amostra de conveniência composta por 25 indivíduos com idade entre 18 – 65 anos, diagnóstico clínico de lombalgia crônica; foram excluídos os pacientes com cirurgias lombares, doenças reumáticas, fraturas e submetidos a outro tratamento clínico.

Estes submeteram-se a avaliação da dor pela Escala Visual Analógica (EVA), da mobilidade lombar pelo teste de Shöber e ao tratamento composto por 30 sessões de fisioterapia (terapia manual e cinesioterapia), posteriormente foram reavaliados somente pela escala de dor.

Para a análise da mobilidade lombar pelo teste de Schöber, estabeleceu-se um grupo controle, de mesma idade e gênero, com 25 indivíduos assintomáticos.

Analisou-se estatisticamente o resultado da EVA dos indivíduos com lombalgia, antes e após o tratamento, pelo teste de Wilcoxon Signed Ranks Test. Para evidenciar a diferença de mobilidade lombar entre indivíduos com lombalgia e assintomáticos, aplicou-se o teste “t” de Student para amostras não pareadas.

A significância estatística estipulada foi em 5% (p<0,05). Como resultado, foi encontrada diferença estatisticamente significante na comparação da EVA antes e após o tratamento fisioterápico (p< 0,05) e também para a mobilidade da coluna lombar em indivíduos sintomáticos e assintomáticos (p<0,05).

Concluiu-se que a cinesioterapia e a terapia manual têm influencia significativa na melhora da lombalgia e que a mobilidade lombar é diminuída quando comparada a indivíduos assintomáticos.

CONFIRA ESSE ARTIGO COMPLETO AQUI

Horarios

8 (Sabado) 08:30 - 9 (Domingo) 18:30

Local

Sede Campinas

Av. Aquidabã, 280 - Centro

Organizador

CampCursos - EventosWhatsApp (41) 99644-3615 0800-724-8322

X