Março, 2019

16Mar(Mar 16)08:3017(Mar 17)18:30DESTAQUEPós-graduação Terapia ManualSão Paulo - SP

Saiba mais

Detalhes do Curso

Terá inicio mais uma Turma de Pós-graduação Terapia Manual na Cidade de São Paulo nos dias 30 e 31 de março.

Esta pós-graduação tem uma carga horária de 360 horas/aula com duração de 18 meses e um encontro por mês, sendo as próximas aulas sempre no último final de semana de cada mês. As aulas acontecem sempre aos sábados e domingo das 8h30 as 18h30.

Aprovada pelo MEC e tem como ministrantes um corpo docente qualificado de especialistas, mestres e doutores.


—> CLIQUE AQUI, SAIBA TUDO SOBRE ESTA PÓS-GRADUAÇÃO E GARANTA SUA VAGA <—


Confira o conteúdo programático da Pós-graduação Terapia Manual:

Anatomia Palpatória

Fisioterapia na Disfunção da ATM 

Liberação Miofascial 

Crochetagem Mio-Aponeurótica

Bandagens Funcionais 

Estabilização Segmentar 

Trigger Points 

Técnicas de Osteopatia

Dry Needling 

Mobilização Neural 

Maitland 

Reabilitação de Joelho e Quadril 

Hernias Discais Cervical e Lombar

Eletroterapia na Ortopedia

Método de Pesquisa 


Outras informações:

0800-724-8322 – (19) 4062-9003

WhatsApp (41) 99644-3615

[email protected]


 Análise da mobilidade lombar e influência da terapia manual e cinesioterapia na lombalgia

Resumo

Este trabalho objetiva comparar os efeitos da terapia manual e cinesioterapia em pacientes com lombalgia, bem como a mobilidade lombar de indivíduos com e sem dor nesta região.

Para evidenciar os efeitos da terapia manual e cinesioterapia, utilizou-se uma amostra de conveniência composta por 25 indivíduos com idade entre 18 – 65 anos, diagnóstico clínico de lombalgia crônica.

Foram excluídos os pacientes com cirurgias lombares, doenças reumáticas, fraturas e submetidos a outro tratamento clínico.

Estes submeteram-se a avaliação da dor pela Escala Visual Analógica (EVA), da mobilidade lombar pelo teste de Shöber e ao tratamento composto por 30 sessões de fisioterapia (terapia manual e cinesioterapia), posteriormente foram reavaliados somente pela escala de dor.

Para a análise da mobilidade lombar pelo teste de Schöber, estabeleceu-se um grupo controle, de mesma idade e gênero, com 25 indivíduos assintomáticos.

Analisou-se estatisticamente o resultado da EVA dos indivíduos com lombalgia, antes e após o tratamento, pelo teste de Wilcoxon Signed Ranks Test.

Para evidenciar a diferença de mobilidade lombar entre indivíduos com lombalgia e assintomáticos, aplicou-se o teste “t” de Student para amostras não pareadas.

A significância estatística estipulada foi em 5% (p<0,05).

Como resultado, foi encontrada diferença estatisticamente significante na comparação da EVA antes e após o tratamento fisioterápico (p< 0,05) e também para a mobilidade da coluna lombar em indivíduos sintomáticos e assintomáticos (p<0,05).

Concluiu-se que a cinesioterapia e a terapia manual:

– têm influencia significativa na melhora da lombalgia

– e que a mobilidade lombar é diminuída quando comparada a indivíduos assintomáticos.

CONFIRA ESSE ARTIGO COMPLETO AQUI

Horarios

16 (Sabado) 08:30 - 17 (Domingo) 18:30

Local

Local São Paulo

Rua Peixoto Gomide 282 - Jardim Paulista

Organizador

CampCursos - EventosWhatsApp (41) 99644-3615 0800-724-8322

X