VENTOSATERAPIA – REVISÃO DE LITERATURA

VENTOSATERAPIA – REVISÃO DE LITERATURA

RESUMO

A Ventosaterapia é uma técnica milenar muito utilizada pelos chineses e egípcios, há mais de 4 mil anos atrás e foi aperfeiçoada pela Medicina Tradicional Chinesa. Naquela época os objetos utilizados eram chifres ocos ou cuias, que os egípicios utilizam até hoje. Consiste em uma técnica que utiliza a aplicação de copos de vidro que tem como objetivo ocasionar um vácuo e fazer uma sucção da pele, para estimular a circulação sanguínea, liberar as toxinas existentes no sangue e sendo assim possui efeitos terapêuticos e estéticos. Através desse trabalho, algumas considerações importantes sobre a Ventosaterapia e seu uso em certas disfunções estéticas foram esclarecidos, a fim de proporcionar um breve e claro entendimento sobre a técnica.

PALAVRAS-CHAVES: Ventosaterapia, Disfunções Estéticas, Efeitos terapêuticos.

Artigo sobre a ventosaterapia

DESENVOLVIMENTO DO TEXTO

Atualmente as terapias alternativas em estética tem se tornado uma opção para as pessoas que buscam o bem estar e que optam pela estética, sendo assim um método cada vez mais procurado. A ventosaterapia atua nessas duas áreas, apresentando excelentes resultados terapêuticos, aumentando a circulação e oxigenação dos tecidos, realizando uma massagem e ativando a circulação (DIAS et al., 2015). Já nos quesitos estéticos, vem sendo bastante utilizada para tratamento de acne vulgar; associada a moxabustão no tratamento de rugas nasogenianas; no tratamento da obesidade, celulite, gordura localizada, entre outros. (DIAS et al., 2015, AMARO et al., 2015 ,CARDOSO et al., 2009).

Confira também essas informações sobre a Ventosaterapia

Ventosaterapia: uma visão geral de uma perspectiva de medicina moderna

Curso de ventosaterapia

No início da técnica, que era utilizada pelos chineses e egípcios e é utilizada até os dias atuais, a aplicação era feita com chifres e cuias, mas com o passar do tempo e como a técnica foi sendo aperfeiçoada pela Medicina Tradicional Chinesa, a aplicação vem sendo feita com diversos tipos de
ventosas, como as de vidro, acrílico, bambu e plástico. O vácuo no interior das ventosas pode ser feito através da aplicação de fogo no interior do copo ou através de bomba de sucção. Muitos equipamentos e formas de aplicação usados antigamente são utilizados até hoje, mas há exceções, como a utilização de bombas de sucção eletrônicas, mecanizadas ou elétricas. (AMARO et al., 2015 e CARDOSO et al., 2009)

A Ventosaterapia atua, principalmente, na limpeza do sangue, eliminando gases estagnados pelas trocas gasosas mantendo o equilíbrio ácido básico do sangue. Essa troca gasosa feita pela ventosa é similar a hematose feita pelos pulmões, onde há a entrada de oxigênio pela diferença de pressão que é distribuído por todo corpo, e com a remoção do gás carbônico, elevando o pH. Também atua limpando o sangue, o que faz com que aumente a resistência do organismo às doenças, melhor respiração da pele, e uma melhor qualidade da circulação sanguínea (AMARO et al., 2015).

017_VENTOSATERAPIA_REVISÃO_DE_LITERATURA

 

X