Já conversamos aqui sobre quão menos entediante seria a vida de uma criança usuária de próteses ortopédicas com

montado com Legos, mas inovações para deixar crianças mais felizes sempre são bem-vindas. A iniciativa de criar membros protéticos incríveis agora é da Open Bionics, startup do Reino Unido, e de sua recente parceria com a Walt Disney Company em prol de luvas biônicas com temática dos personagens do estúdio — que ficaram umas belezinhas.

Atuante no ramo protético há algum tempo, a empresa trabalha com impressões em 3D e, devido a isso, consegue manter sua premissa de desenvolver projetos de baixo custo para o consumidor final. Mas o que interessa mesmo é que os protótipos ficaram incrivelmente bonitos e articulados: os três primeiros modelos, inspirados no Homem de Ferro, na princesa Elsa, de Frozen e uma peça inspirada nos sabres de luz de Star Wars têm, além da estética impressa, circuitos de iluminação que permitem não apenas um efeito visual mais bonito, como também medir o funcionamento das próteses.

protese-disney

Com feixes de luz propulsoras, o modelo do Homem de Ferro se assemelha ao braço do herói, enquanto a prótese inspirada em Elsa têm LEDs que brilham dando efeito de neve. Mas a mágica acontece mesmo no projeto de Star Wars: tendo como base um sabre de luz, suas luzes são cambiáveis e podem ser verdes, como o sabre de Luke Skywalker, ou vermelhas, caso o usuário escolha o Lado Negro d’A Força. E nada de divisões de gênero aqui: para usar qualquer um dos modelos, basta ser criança.

A descrição do site da empresa também é algo notável: “agora, as crianças podem ficar empolgadas com suas próteses. Elas não vão precisar fazer aquela fisioterapia entediante; elas treinarão para se tornarem heróis. Elas não usarão apenas dispositivos médicos, usarão mãos biônicas inspiradas em seus personagens preferidos”. Não soa incrível?

protese-disney-2

O time de criação da Walt Disney Company tem trabalhado em parceria com a startup e a empresa garantiu licenças livres de royalties para a fabricação dos modelos, o que significa que mais personagens entrarão nessa dança em breve. A previsão é de que as próteses cheguem ao mercado em 2016, com valores em torno de US$ 500. Só para baixinhos, infelizmente.

 

Fonte – R7 Noticias