Entenda o que é a Fisioterapia e como ela é usada em nosso dia a dia

Após um acidente ou algum trauma, o paciente necessita de cuidados especiais. Mas alguns procedimentos ficam além dos remédios ou internações. É nessa hora que o médico analisa o caso e vê a necessidade de uma fisioterapia. Mas o que é a Fisioterapia?

Em termos técnicos, é a ciência que estuda, diagnostica, previne e recupera pacientes com distúrbios funcionais decorrentes de lesões, doenças geradas por alterações genéticas ou algum problema de saúde que tenha adquirido durante os anos.

Campo de atuação da Fisioterapia

Além disso, a Fisioterapia traz benefícios físicos e auxilia nos movimentos corporais, fortalecimento das articulações, restabelecimento do sistema motoro e fortalece a capacidade física e funcional de seus pacientes. Tambem a Fisioterapia pode ajudar nas dificuldades de aprendizagem, atuando com a estimulação psicomotora e diminuindo os vícios posturais.

SAIBA MAIS

É se reabilitar.  Retornar à atividade e voltar a fazer as atividades que fazia após alguma disfunção.

Nos estudos, a Fisioterapia é trabalhada no desenvolvimento de técnicas de reabilitação ligadas a biologia, histologia, citologia, embriologia, fisiologia, anatomia, anatomopatologia, biofísica, biomecânica, química, farmacologia e na neurociência. Até mesmo aspectos voltados à antropologia, ética, sociologia,  e filosofia, ciências voltadas à formação humana.

Na fisioterapia, alguns mecanismo são usados como a massoterapia e a ginástica. Além disso o profissional de Fisioterapia, o fisioterapeuta, utiliza outros recursos como termoterapia que são tratamentos à base de frio e calor, tratamentos a base de água e outros de acordo com a necessidade de recuperação de cada paciente.

É um conhecimento avançado das funcionalidades do corpo. Os pacientes são os mais diversos, desde crianças e idosos até as gestantes.  

Recentemente vimos nos noticiários pessoas que sofreram graves acidentes e precisaram de um longo processo de recuperação. Mas, que mesmo não estando 100% recuperados, são liberados pelo médico a voltar ao convívio de suas famílias. É nessa hora que entra a Fisioterapia. Com os procedimentos corretos e verificando a necessidade do paciente, o profissional da área executa o serviço correto para que a vítima retorne as suas atividades normais em curto prazo.

O campo de trabalho é bem extenso. A Fisioterapia pode ser administrada em consultórios, clínicas, centros de reabilitação, asilos, escolas, domicílios, clubes, academias, residências, hospitais, empresas, unidades básicas ou especializadas de saúde, pesquisas, entre outros, tanto por serviços públicos como privados.

A carreira de fisioterapeuta é concorrida, principalmente no campo esportivo.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), para um país de 160 milhões de habitantes é necessário um quadro de 160 mil profissionais. No entanto, aqui no Brasil, temos em torno de 40 mil profissionais registrados, sendo sua maioria concentrada na capital paulista.  

Grandes empresas também estão buscando o profissional de Fisioterapia quanto  à postura no ambiente do trabalho. Na Fisioterapia, existe a área de saúde preventiva, atuando em programas de reeducação postural com o intuito de prevenir e tratar de problemas musculares ou de coluna durante o horário de trabalho. Esse tipo de serviço proporciona maior conforto gerando melhor desempenho durante o expediente.

Já o setor público é um campo com menos oportunidades. Os concurso são raramente abertos, assim muitos profissionais escolhem trabalhar de forma independente, realizando atendimentos domiciliares.

  • Confira esse vídeo sobre O que é a Fisioterapia